Buscar
  • Marcos Koslopp

Parcerias imobiliárias: vale a pena fazer?

As parcerias imobiliárias vêm ganhando cada vez mais destaque e alguns corretores de imóveis e negócios deste ramo já entenderam que essa estratégia pode ser muito vantajosa para todos os envolvidos. Justamente por isso, adotaram a prática para realizar a venda de imóveis dentro de uma imobiliária e assim alavancar os negócios. Isso porque, essa é uma modalidade de trabalho que pode ajudar ainda mais a busca por imóveis que se adequem ao perfil dos clientes, oferecendo um melhor retorno sobre o investimento no marketing imobiliário em geral.


No entanto, mesmo com sua fama e benefícios, é comum que algumas pessoas ainda fiquem relutantes se vale a pena ou não adotar esse tipo de estratégia em sua imobiliária.


Já adiantamos que sim, essa é uma alternativa muito utilizada para alavancar os negócios, sendo uma forma interessante e vantajosa para enfrentar crises e recuperar o negócio. Mas, se você ainda não conhece ou quer saber mais sobre o assunto, continue acompanhando nosso post e saiba se fazer parcerias imobiliárias realmente vale a pena.


O que é e como funciona a parceria imobiliária?


A palavra parceria vem no sentido de reunir um grupo de pessoas com objetivo em comum. Sendo assim, vender, independente do momento econômico é sempre um desafio e por isso o corretor e a imobiliária precisam estar prontos para enfrentá-lo. Então, a parceria imobiliária tem como intuito que corretores e/ou imobiliárias consigam fechar mais negócios.


Ainda que a tecnologia tenha se mostrado uma ótima parceira ao promover diferentes formas de atingir os clientes e facilitar a busca por produtos que atendam essa demanda, os bons profissionais precisam ir além do que já possuem. Ou seja, eles se esforçam ao máximo para satisfazer os consumidores e fechar um negócio e a parceria imobiliária é uma estratégia muito interessante para tal. Afinal, além de formar uma aliança, você ainda irá alcançar bons resultados, criando um bom relacionamento de trabalho.


É fato que uma imobiliária já tem a confiança de um cliente e é procurada para conduzir um processo de compra. No entanto, pode ocorrer de ela não ter o produto que ele está procurando em seu portfólio, surgindo então a necessidade de criar uma parceria.


A parceria imobiliária pode ocorrer ocasionalmente, quando as empresas se unem apenas para encontrar o imóvel certo para determinado cliente, ou ainda de maneira duradoura. Nesse segundo caso, há o compromisso de ambas trabalharem juntas por tempo indeterminado. Por exemplo, duas imobiliárias com focos diferentes podem ajudar uma a outra sempre que receber um pedido do cliente, mesmo que não esteja em seu escopo.


Sendo assim, a parceria permite que elas conservem a fidelidade do cliente mesmo que não uma não tenha a capacidade de atender diretamente sua solicitação, não deixando sua competitividade no mercado de lado.


Como funciona o comissionamento nas parcerias imobiliárias?


Como falamos, a parceria imobiliária é a união de um corretor com uma imobiliária ou entre imobiliárias para que possam trabalhar juntos e assim consigam realizar mais vendas. Nessa estratégia, uma das principais vantagens é o comissionamento. Geralmente, o modelo de comissão mais utilizado é 50/50, chamado também de "fifty fifty". Como o próprio nome sugere, a comissão aqui é dividida igualmente entre as partes envolvidas.


Mas, existe também o comissionamento de modelo 2-1-2, que é usado quando há três parceiros envolvidos na negociação, sendo que um deles recebe menos por motivos específicos.


Quais as vantagens de uma parceria imobiliária?


A parceria imobiliária é uma ótima maneira de ganhar mercado de pouco em pouco e ao mesmo tempo se destacar da concorrência. Confira abaixo as principais vantagens:


· Maior agilidade na entrega: Com a parceria, o cliente possui maior variedade de imóveis para encontrar o que está procurando. Dessa forma, as chances de a venda ser fechada são maiores, fazendo com que o cliente fique satisfeito com a compra e entrega rápida.


· Fidelização do cliente: Diretamente ligado com o ponto anterior, se um cliente é atendido com agilidade e ainda tem boas e variadas opções de escolha, com certeza ele ficará satisfeito. Com isso, pode até mesmo recomendar sua imobiliária para outras pessoas e voltar para fazer novos negócios com sua empresa.


· Maior quantidade de imóveis em seu portfólio: As parcerias promovem uma boa expansão no catálogo de imóveis e por isso conseguem agradar mais pessoas. Essa é uma ótima estratégia para pequenas imobiliárias ou novos corretores que ainda não possuem um portfólio tão variado.


· Alavancagem do negócio: Por fim, com mais clientes e consequentemente mais vendas, mesmo que a comissão seja dividida, você irá aumentar a lucratividade de sua imobiliária. Inclusive, se for o caso, a parceria pode até mesmo ajudar a empresa a sair do vermelho.


Então, agora que você sabe mais sobre as parcerias imobiliárias, provavelmente entendeu que sim, vale a pena apostar nessa estratégia. No entanto, não se esqueça de obter referências do parceiro, criar regras de comissão e ser transparente a fim de garantir uma boa parceria e assim evitar dores de cabeça desnecessárias.



Marcos Koslopp. Consultoria em Marketing Imobiliário.




Parcerias imobiliárias vale a pena fazer

2 visualizações0 comentário
mkt-imobiliario.png